top of page
Logo Feshow PNG.png
  • Youtube
  • Instagram
  • Facebook
  • TikTok
  • Twitter
  • LinkedIn

Delta terá mais de 8 mil assentos diários em voos para Nova Iorque/EUA

Incluindo a rota de São Paulo a ser retomada em dezembro de 2021


A Delta será a maior companhia a operar nos aeroportos nova-iorquinos John F. Kennedy (JFK) e LaGuardia (LGA), com mais de 400 voos diários para 92 destinos (Crédito: Divulgação)

Após um verão (do Hemisfério Norte) de recuperação, a Delta não está diminuindo a velocidade para trazer de volta mais voos e destinos para os viajantes de negócios e de lazer em Nova York.


Em novembro, nos Aeroportos John F. Kennedy (JFK) e LaGuardia (LGA), a companhia terá um total superior a 100 partidas diárias a mais em comparação com a programação oferecida no verão (do Hemisfério Norte) de 2021, o que significa aproximadamente 8 mil assentos adicionais por dia para levar os nova-iorquinos até as pessoas e os lugares que eles mais amam.

Com as viagens dos clientes dentro dos Estados Unidos de volta aos níveis de 2019, a Delta está focada em restaurar a capacidade de forma segura e confiável conforme as viagens de negócios aumentam mediante volumes inéditos desde o início da pandemia.


“Estamos adicionando 25% a mais de capacidade neste outono (do Hemisfério Norte) para atender à demanda significativa por viagens internacionais e de negócios no próximo ano”, disse o vice-presidente sênior de Planejamento de Rede, Joe Esposito. “Continuamos a oferecer mais opções e conveniência enquanto reconstruímos nossa conectividade global e entregamos o que a Delta faz de melhor: colocar nossos clientes em primeiro lugar com um serviço excepcional e confiável e uma experiência de viagem premium”.


Além da restauração do serviço sem escalas para todos os 40 mercados norte-americanos mais populares a partir de Nova York no próximo mês, vários destinos de negócios importantes também verão aumento significativo nas opções de voos, incluindo Boston (BOS), Washington D.C. (DCA), Raleigh-Durham (RDU) e Charlotte (CLT). Isso se segue ao serviço já expandido da empresa para os maiores mercados corporativos ligados a Nova York no início deste outono (do Hemisfério Norte), como Chicago (ORD), Dallas/Ft. Worth (DFW) e Houston (IAH), parte da abordagem cuidadosa da Delta para adicionar capacidade de acordo com o retorno da demanda.


A companhia também lançou recentemente um serviço de LGA para Toronto (YYZ) e começará um voo para Worcester (ORH), Massachusetts, a partir de 1º de novembro.


A Delta oferecerá mais voos e assentos do que qualquer companhia aérea nos aeroportos JFK e LGA, com um total de 400 partidas diárias para 92 destinos domésticos e internacionais. E todos os voos da Delta no JFK, LGA e em Newark (EWR) agora oferecerão uma experiência de First Class, em virtude da remoção de aeronaves menores, de 50 lugares, em todos os destinos com voos para Nova York.


A empresa aérea também aumentou o número de voos com aeronaves Airbus A220 em Nova York, complementando uma expansão semelhante à que foi feita no hub de Boston, que está em rápido crescimento, os quais se destinam a Chicago (ORD), Dallas/Ft. Worth (DFW) e Houston (IAH). O A220 oferece aos clientes uma experiência modernizada e espaçosa, com os assentos da categoria Main Cabin mais amplos da frota, compartimentos superiores de alta capacidade e janelas extragrandes.


Mais maneiras de conectar o mundo com o Aeroporto JFK


Conforme a temporada de férias se aproxima e os Estados Unidos preparam o levantamento das restrições de viagem para visitantes internacionais vacinados, a Delta adicionará mais serviços de Nova York ao seu portfólio global até o final de 2021.


Do outro lado do Atlântico, a Delta operará até 15 voos diários para 13 destinos em dezembro.


  • A empresa dobrará os voos para Paris (CDG) e Londres (LHR), que passarão para duas vezes ao dia, bem como transformará em diário o serviço para Dublin (DUB) a partir de 06 de dezembro.

  • Nas férias de inverno do Hemisfério Norte, a Delta lançará um segundo voo diário para Tel-Aviv (TLV), em Israel, em 18 de dezembro e terá voos diretos para Lagos (LOS), na Nigéria, três vezes por semana, começando em 07 de dezembro.

  • Além disso, a companhia irá restabelecer o serviço sem escalas para Frankfurt (FRA) em 13 de dezembro, que foi operado pela última vez em março de 2020.

Para a América Latina e o Caribe, a Delta irá operar mais de 20 voos diários para 18 destinos, restaurando a capacidade a aproximadamente 85% em relação aos níveis pré-pandêmicos.


  • Para quem procura uma escapada em um destino de calor, a Delta reiniciará o serviço para São Paulo (GRU) e Los Cabos (SJD), no México, em 19 de dezembro, além de aumentar para diário o serviço para St. Thomas (STT) e St. Martin (SXM) em 18 de dezembro.

  • A companhia também lançará um serviço de JFK para a Cidade do Panamá (PTY), no Panamá, em 20 de dezembro.


Construindo uma experiência de aeroporto de alto nível


A Delta também continua trabalhando para abrir a nova sede, os acessos e o segundo saguão no Aeroporto LaGuardia na primavera do Hemisfério Norte de 2022, parte de um programa de US$ 3,9 bilhões para redesenhar a experiência de viagem em LGA e consolidar os Terminais C e D como instalações totalmente repaginadas e de última geração. Todo o terminal, com quatro saguões, estará concluído no final de 2024, quase dois anos antes do planejado originalmente, em virtude da aceleração na construção durante a pandemia.


“As instalações ampliadas e modernizadas que serão abertas aos clientes da Delta no próximo ano em LGA e em 2023 na JFK melhorarão exponencialmente a experiência de aeroporto para nossos clientes voando pela cidade de Nova York”, disse o diretor geral de Imóveis Corporativos de Nova York, Ryan Marzullo. “Todos os aspectos desses novos terminais foram projetados para oferecer conforto, velocidade e eficiência, de modo que os nova-iorquinos e todos os passageiros em conexão tenham mais tempo para relaxar e desfrutar de suas viagens”.

No JFK, a Delta está prestes a iniciar o programa de redesenvolvimento do Terminal 4 para tornar as viagens mais convenientes para os clientes até o verão do Hemisfério Norte de 2023, com 10 novos portões, um carrossel adicional de retirada de bagagem doméstica e a consolidação de todas as operações da companhia no Terminal 4. O projeto também inclui um saguão de check-in renovado, novos acabamentos nos portões de embarque, espaço adicional na chegada ao aeroporto, sinalização digital extra, modernização dos banheiros, aprimoramentos tecnológicos contínuos e transformação das áreas dos portões de embarque dos jatos regionais para acomodar aeronaves da linha principal.


As informações em português também estão aqui. E, para ficar a par de todas as novidades da Delta, clique aqui.


Fonte: Delta no Delta News Hub e delta.com, via @DeltaNewsHub no Twitter e no Facebook.com/delta.

Comments


Publicidade

Clique para whatsapp fale conosco divertido verde.gif
Post Instagram - Grupos de Viagens.gif
bottom of page